Conclusão de 12 estudos com 4000 indivíduos: a MT funciona, ainda que nada mais funcione

A MT é de 2 a 8 vezes mais eficaz do que qualquer outro método já estudado

Quanto mais tempo se pratica a MT, menor será necessidade de fumar

Quanto mais tempo se pratica a MT, menor será o desejo de fumar.

Assim como os vícios em álcool e em drogas, diversos estudos sobre a dependência do tabaco confirmaram a experiência de praticantes de MT. Quanto mais se pratica a técnica da MT, menos se tem a necessidade de fumar.

HJ11-Decreased-smoking-harvard

Este fato fica bem ilustrado com o estudo realizado em 1.862 praticantes da MT conduzido por pesquisadores da Harvard Medical School. (Clique no gráfico para ampliá-lo). O número total de fumantes entre os praticantes da MT reduziu em 50% após 10 meses. Mas se olharmos mais detalhadamente os resultados, vemos que, de longe, a maior diminuição é na categoria “usuário grave” (azul escuro, com uma diminuição de quase 80%). Na experiência geral com a técnica da Meditação Transcendental, o resultado é o maior para aqueles que mais necessitam dela.  
Nota: Este não foi um estudo onde as pessoas aprenderam a MT com a intenção de parar de fumar. Pesquisadores apenas observaram o comportamento natural de 1800 praticantes da MT após certo período de prática. Se a pessoa realmente tem a intenção de parar, o efeito é geralmente muito mais forte.

O resultado aumenta à medida que se pratica regularmente a técnica da MT em nítido contraste a todos os outros métodos pesquisados. A meta-análise anterior mostra que aqueles que concluíram com êxito o tratamento para a dependência de tabaco com outros métodos, quase dois terços tiveram recaída após 3 meses (de 100% abstêmios a 35% após 3 meses). Após 12 meses, quase 80% reincidiram (22% abstinentes). Isso mostra, mais uma vez, como é difícil para um viciado em tabaco livrar-se desse hábito e como é bem sucedida a prática da técnica da Meditação Transcendental para ajudar as pessoas atingir esse objetivo.